Creatina Pura ou Monohidratada: Qual é a Melhor para Você?

Creatina Pura ou Monohidratada

A busca pelo suplemento perfeito é uma jornada constante para muitos atletas e entusiastas do fitness. Com tantas opções disponíveis no mercado, a escolha pode ser esmagadora. Neste artigo, vamos nos concentrar especificamente na creatina, um suplemento amplamente reconhecido por seus benefícios no desempenho físico.

Existem várias formas de creatina disponíveis, mas vamos nos concentrar em duas delas: a creatina pura e a creatina monohidratada. Cada uma delas tem suas próprias vantagens e desvantagens, e a escolha entre elas pode depender de vários fatores, incluindo suas necessidades individuais, objetivos de fitness e preferências pessoais.

Ao longo deste artigo, vamos explorar em detalhes os benefícios de cada tipo de creatina, como eles se comparam em termos de eficácia, segurança e custo, e fornecer orientações sobre como e quando tomar cada um deles. Nosso objetivo é fornecer a você as informações necessárias para tomar uma decisão informada sobre qual tipo de creatina pode ser o melhor para você. Vamos começar!

O que é Creatina?

A creatina é uma substância que fornece energia para os músculos, melhorando o desempenho físico, aumentando a massa muscular e prevenindo doenças crônicas. Ela é produzida naturalmente pelo corpo humano, principalmente pelos rins, pâncreas e fígado.

Além disso, a creatina também pode ser encontrada em alimentos como peixe, carne, frango, leite e derivados.

Creatina Pura

A creatina pura é um suplemento alimentar que serve para melhorar a performance nos treinos, garantindo mais força e resistência e fornecendo mais energia para as células. O nome ‘pura’ para o suplemento significa que o produto dispõe de um selo que comprova a sua qualidade em termos de pureza.

A creatina pura é um pó branco e cristalino que tem uma textura fina. Ela não deve ter grumos ou caroços, pois estes podem indicar impurezas ou teor de umidade. A creatina pura também é altamente solúvel em água, o que significa que ela se dissolve facilmente sem deixar resíduos.

Creatina Monohidratada

A creatina monohidratada é a forma da creatina mais usada em suplementos alimentares, por ser bem absorvida e utilizada pelo organismo. Ela é composta de 88% de aminoácido creatina e 12% de água, o que faz com que a absorção pelo organismo seja mais eficiente do que outras formas de creatina.

Consumir creatina monohidratada diariamente ajuda a reabastecer os depósitos de creatina do corpo.

Benefícios da Creatina

Creatina Pura ou Monohidratada 1

A creatina é uma substância que fornece energia para os músculos, melhorando o desempenho físico, aumentando a massa muscular e prevenindo doenças crônicas. Ela é produzida pelos rins, pâncreas e fígado.

Além disso, a creatina também está presente em alimentos como peixe, carne, frango, leite e derivados. Em maiores concentrações, pode ser encontrada na forma de suplementos em cápsula ou em pó, que podem ser ingeridos antes ou depois dos treinos.

Benefícios da Creatina Pura

A creatina pura é composta de 88% de aminoácido creatina e 12% de água. Isso faz com que a absorção pelo organismo seja mais eficiente do que outras formas de creatina. Ela auxilia na dieta, ajudando a evitar a fadiga e aumentando a força e a energia celular.

Além disso, a creatina pura também contribui para a redução da inflamação corporal. Ela desempenha um papel importante no impulsionamento do funcionamento do cérebro.

Benefícios da Creatina Monohidratada

A creatina monohidratada é a forma da creatina mais usada em suplementos alimentares. Isso ocorre porque ela é bem absorvida e utilizada pelo organismo. Ela atua na geração de ATP, fonte de energia das células, e melhora o desempenho físico, principalmente em treinos de alta intensidade.

A creatina monohidratada também aumenta a força de explosão, age na recuperação muscular e ajuda a evitar a fadiga. Além disso, ela promove diversos benefícios para a saúde muscular e física.

Comparação entre Creatina Pura e Monohidratada

Ao escolher um suplemento de creatina, é importante considerar vários fatores, incluindo eficácia, segurança e custo. Ambas as formas de creatina, pura e monohidratada, têm seus próprios benefícios e desvantagens.

Eficácia

A creatina monohidratada é uma forma popular de creatina utilizada em suplementos alimentares e produtos de nutrição esportiva. Sua estrutura química consiste em uma molécula de água (H2O) ligada a cada molécula de creatina, o que melhora sua estabilidade e solubilidade, facilitando a absorção e utilização pelo corpo.

Comparada a outras formas de creatina, a creatina monohidratada foi extensivamente pesquisada e comprovada como eficaz no aumento da força muscular, potência e resistência geral. Por outro lado, a creatina pura pode oferecer benefícios semelhantes à creatina monohidratada, mas não possui a extensa pesquisa e histórico de segurança que vêm com o uso de formas tradicionais como a monohidratada.

Segurança

Embora ambas as formas de creatina sejam geralmente seguras, algumas pessoas podem experimentar efeitos colaterais como inchaço e desconforto gastrointestinal com a creatina monohidratada. Por outro lado, a creatina pura tem menos relatos de efeitos colaterais.

Custo

A creatina monohidratada tende a ser mais acessível em comparação com a creatina pura. No entanto, a escolha entre a creatina monohidratada e a creatina pura depende da preferência pessoal. Algumas pessoas podem achar uma forma mais eficaz ou mais fácil para o seu sistema digestivo do que a outra.

Como e Quando Tomar Creatina

A creatina é um suplemento popular entre os atletas devido aos seus benefícios no desempenho físico. No entanto, muitas pessoas têm dúvidas sobre como e quando tomar creatina para obter os melhores resultados.

Dosagem Recomendada

Existem dois esquemas principais de suplementação de creatina: sobrecarga e suplementação contínua.

  1. Suplementação com sobrecarga: Este esquema consiste em tomar 0,3 g de creatina para cada kg de peso corporal, dividindo-se a dose total em 4 vezes durante o dia, por um período de 5 a 7 dias. Após os 5 ou 7 dias, deve-se reduzir a dose de creatina para 3 a 5 g totais por dia.
  2. Suplementação contínua: Esta é a forma de suplementação mais usada, onde se deve tomar de 3 a 5 g de creatina por dia, por 3 meses ou mais.

Melhor Horário para Tomar

A creatina pode ser tomada em qualquer horário do dia, antes ou após os treinos. No entanto, para ser melhor absorvida, a creatina deve ser ingerida de preferência com um alimento ou suplemento fonte de proteínas, como frango, ovo ou whey protein, e carboidratos, como banana, aveia, uva ou maltodextrina.

Conclusão

Ao final deste artigo, podemos concluir que tanto a creatina pura quanto a monohidratada têm seus méritos. No entanto, a escolha entre creatina monohidratada e creatina pura depende, em última análise, de suas preferências pessoais e objetivos. Ambas as formas têm benefícios e composições únicas.

A creatina monohidratada é uma forma amplamente pesquisada e eficaz de creatina que tem sido comprovada para melhorar o desempenho muscular e aumentar a força. Ela tem se mostrado mais eficaz em termos de absorção e utilização pelo corpo. Se você é do tipo que gosta de seguir o que diz a ciência, a monohidratada sai na frente, tanto em eficácia quanto em pesquisa.

Portanto, ao decidir entre creatina e creatina monohidratada, é importante considerar os benefícios e diferenças de cada uma. A decisão final deve estar alinhada com suas necessidades específicas.

Perguntas Frequentes (FAQ)

Rolar para cima